Nestes tempos de crise política, o “golpe” mais marcante tem sido contra à lógica: pura em essência e simples em estrutura. Nem toda premissa pode ser inferida a partir da conclusão; conclusões, por sua vez, não são válidas se não derivam de premissas pertinentes a ela. Parece confuso? Não é. Neste episódio, descomplicamos as coisas ao discutir e ilustrar as 10 falácias mais comuns observadas no dia a dia.

Veja Mais “VB 08 – Falácias”


Qual líder, em um contexto histórico ou pessoal, que você mais admira? Em sua opinião, o que diferencia “um líder” de um “grande líder”? Compreensão do seu contexto? Capacidade de inspirar? Executar? Ser “pafron”? Neste episódio, discutimos se é possível determinar e ordenar as características mais importantes daqueles que já lideraram, lideram ou desejam liderar. Veja bem.

Veja Mais “VB 07 – Liderança”


É possível se tornar mais inteligente ao seguir hábitos de pessoas que você considera inteligentes? Se sim, como agregar e avaliar tais hábitos? Neste episódio, discutimos práticas que “expandem o intelecto”–como escutar podcast 😉 –e ponderamos sobre a causalidade do tópico; afinal: certos hábitos levam a certas características ou certas características levam a certos hábitos? Veja bem.


Veja Mais “VB 06 – Hábitos de Pessoas Inteligentes”


Como disse Bill Nye (the Science Guy), “Todo indivíduo que você conhece/conhecerá sabe algo que você não sabe”. Partindo desta proposição, neste episódio do VB compartilhamos conhecimentos provenientes de nossas experiências profissionais e acadêmicas que, acreditamos, são curiosos e potencialmente úteis para nossos ouvintes. E você? O que você sabe e acha que a maioria das outras pessoas não?

Veja Mais “VB 05 – Conhecimentos (potencialmente) Úteis”


Todos gostamos de ver um bom filme, mas que parâmetros usamos para avalia-lo? Seria simplesmente baseado em preferências pessoais? Critérios mais “objetivos”, como atuação, roteiro, efeitos especiais, etc. também contam? O que conta mais? Neste episódio, discutimos o papel da subjetividade vs imparcialidade (se é que existe) neste tipo de análise. Veja bem.

Veja Mais “VB 04 – O Que Faz Um Filme Ser Bom?”