VBMais 14 – Globalismo

O que define uma “cultura nacional”? Valores? Língua? Comida? Roupas, danças, música? A lista é certamente extensa, assim como a história de origem de cada um desses “autênticos” costumes. Afinal, tradições culturais nascem com países ou, de uma forma ou outra, sempre existiram e simples e gradualmente se transformam ao longo do tempo, assim como as fronteiras? Neste episódio, analisamos o processo de homogeneização cultural e discutimos prós e cons de uma forma de governo global versus os das atuais, absolutas e fragmentadas, soberanias estatais.

Curte o VB? Ajude-nos a mantê-lo no ar; seja nosso padrinho(a) a partir de R$1 por mês.

Contate-nos por nosso WhatsApp (19-98908-1238) e/ou email: vejabem@vejabempodcast.com.br
Encontre-nos também no: FacebookTwitter e YouTube

Errata:

A França nunca proibiu McDonald’s, mas esses países sim.

Referências:

Cesar–

Is the European Union Worth It Or Should We End It? (video) –adicionado pós-gravação (04/2017)

Utopia – The quest for the perfect society, and the lost civilization that found it (artigo)

Why do societies collapse? (TED)

70 years and half a trillion dollars later: what has the UN achieved? (artigo)

Game Theory: The Science of Decision-Making (video) *O exemplo dado no epi não foi tão claro em termos de como a interdependencia melhora as opções estratégicas –diferente do dilema do prisioneiro, no qual o segundo pior cenario é a melhor escolha, em um contexto globalizado, o pior cenário (aniquilação total de todos) faz com que a opção alternativa (colaboração) seja sempre a melhor.

Uiliam–

Ver links do epi anterior

Pedro–

Ver links do epi anterior

3 thoughts on “VBMais 14 – Globalismo

  1. passando pra avisar que vcs estão desatualizados demais! A tendência não é ONU e blocos comerciais – Trump, Brexit são exemplos reais de defesa do nacionalismo e protecionismo. Percebe se que vcs não viajam para as grandes metrópoles mundiais – atualmente estão todas iguais, com mesmas lojas e marcas, exceto o idioma. O globalismo leva sim a uma cultura única, esfacelando tradições e minimizando por fim a diversidade. Um exemplo é o discurso único de apologia ao homossexualismo – não precisa ofender ou hostilizar, mas tb não me obriguem a ver isso o tempo todo!! Mal vejo casais hetero se beijando, pq tenho que ver gays se beijando em público??? Por fim, a ONU é utopia sim, pq na real quem manda é os EUA, ou vcs acham que uma ideia latina tem peso ali?? Ah, vão estudar antes de repassar essas ideias obsoletas que provavelmente um esquerdista sonhador e nada pratico te repassou e vc não teve a pachorra de filtrar!! Vcs simplesmente esqueceram das divergências de ideias , qto maior mais difícil de conciliar !!! Isso é tão óbvio !!!

    1. Obrigado por nos escutar e compartilhar sua opnião, Priscila. Prometo que vamos nos empenhar em estudar mais para encontrar e compartilhar todo o sucesso que Trump e Brexit estão conferindo à economia e à reputação internacional de seus respectivos países 😉
      –Cesar

    2. Pq você não vai comer um chocolate na sua casinha de “direita e esquerda”?
      Começou com esse tipo de argumento “político” (esquerda,direita, mortadela, coxinha) ridículo e taxativo de quem não tema menor ideia do que esta falando, é pq pensa bosta e provavelmente come bosta!
      Querida, você realmente é o Julio Verné e viajou o mundo em 80 dias, pq vc conhece TODAS AS CULTURAS E METRÓPOLES do mundo!
      Existem culturas no mundo que realmente precisam ser erradicadas do mundo, sim! Se você é contra isso, vai pro meio do Iraque pelada e grita pra todo mundo que você é contra a americanização!
      Ta falando da ONU, ta enchendo o saco por puro mimimi, mas não sai da merda do Mcdonald, compra roupinhas “dos states”, tênis NIKE, usa MAYBELLYNE e canta Rihanna no carro com as amigas!
      Já que a ONU ta se fudendo para opiniões latinas – que tal pesquisar algo chamado CEPAL? ;D

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.